17
Fev 20

Quase todos os Arquivos Distritais do país possuem, em alguns dos seus livros notariais e paroquiais, encadernações de pergaminho, pertencentes a códices antigos. Muitas dessas capas contém documentos antigos, em latim, português, francês e pautas de música de épocas mais remotas. Terminada a sua vida útil, foram nos séculos XVII e XVIII, utilizados para proteger aqueles livros.

Em resultado de um trabalho, praticamente inédito, que realizei no Arquivo Distrital de Leiria, onde exercia funções, para um cadeira da faculdade, sob a orientação do Doutor Saul Gomes, com base no levantamento de todas as capas de pergaminho com documentos, existentes no referido Arquivo, cruzei-me com o documento mais antigo, em português, até então conhecido, no dito Arquivo.

Trata-se de uma escritura de emprazamento de 1391 que serve de capa a um livro paroquial de Alcobaça, que compreende as datas de 1723 a 28 de Setembro de 1924, do notário Manuel Homem Coutinho. Está exarado num pergaminho grosseiro, apresenta-se com letra gótica cursiva e encontra-se muito deteriorado.

Esta descoberta revelou-se-nos bastante gratificante, cientes de que é uma mais valia, para a instituição e para o nosso ego.    

publicado por Ana às 17:26

Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29


subscrever feeds
arquivos
2020

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO