21
Mar 20

UDL.jpg

 

Fundada em 6 de Junho de 1966, a União Desportiva de Leiria foi um clube eminentemente futebolístico. Foi o seu primeiro presidente Alfredo de Sousa Brandão que a de Abril de 1967 emitiu uma circular, de linguagem poética, mas à época, muito usual e aglutinadora, que passo a transcrever:

Prezados Consócios, Amigos e Simpatizantes

VÃO já decorridos dez meses sobre a fundação do NOSSO CLUBE, fruto do entusiasmo, do dinamismo, do amor dos leirienses à sua terra e do desportivismo de tantos e tantos.

Naturais desta encantadora parcela da Terra Lusitana ou há muito aqui residentes, ou, ainda, afeiçoados a Leiria pelo coração ou pela hospitalidade das suas gentes, todos nos congregámos para “num só coração e numa só alma” dotar a bela princesa do lis e o seu Concelho, dum clube desportivo digno e capaz de lembrar o esplendor áureo de outros seus antepassados e que possa ao mesmo tempo tornar-se cartaz policromado deste rincão perfumado pelas flores do verde pino.

Venceram-se as primeiras dificuldades. Muito há ainda para fazer.

Iniciaram-se os primeiros passos e já muito se andou, até mesmo aonde não esperaríamos poder chegar em tão escassos meses.

A obra é de todos e para todos. Precisamos do apoio e da compreensão de todos os leirienses de boa vontade espalhados por todo o concelho ou que moirejam em qualquer parte do mundo, para fazermos da UNIÃO DESPORTIVA DE LEIRIA  o clube de todos os leirienses  em prol do Desporto e de Leiria e de todo o seu Concelho.

Sem desânimos, sejam quais forem os insucessos do primeiro ano ou por melhor que sejam os resultados, EM FRENTE: a obra não é só para hoje mas também para o futuro.

Pela Direcção o Presidente Alfredo de Sousa Brandão.

Parece-me ver que no início nem tudo ia de feição, o que terá levado o  presidente a editar esta circular, cujas folhas interiores, apresentam as tabelas com os resultados dos jogos distritais da 1ª categoria e dos juvenis,  dos jogadores utilizados, o número de golos  marcados e sofridos, o calendário co campeonato da III divisão, informação pertinente para avançar com o projecto, a fim de motivar os leirienses. A reforçar esta ideia, encontra-se, na última página, a proposta para sócio de Eusébio da Silva Ferreira, o grande craque do Sport Lisboa e Benfica.

A União Desportiva de Leiria, muito apoiada pelos leirienses, passou a ser a paixão desportiva de muitos deles, que viviam intensamente os jogos, que decorriam tanto em Leiria, como fora dela. Nos Domingos, famílias inteiras deslocavam-se a outras localidades, para aplaudir os seus jogadores, sempre esperançosos na vitória do seu clube.

O meu pai afeiçoado a Leiria pelo coração e também pela hospitalidade das suas gentes, apesar de não ser sócio, nutria simpatia pelo clube e uma paixão pelo futebol, sublimada como jogador do Bombarralense e depois da equipa dos Marrazes. Por esse motivo, deslocávamo-nos algumas vezes e lembro-me de irmos a Portalegre, Figueira da Foz, Marinha Grande, Nazaré, Cantanhede, sendo que, de forma geral, os homens assistiam ao jogo e as famílias passeavam pela urbe.

No final dos jogos, grupos de adeptos juntavam-se na Praça Rodrigues Lobo onde celebravam as vitórias e choravam as derrotas. Houve quem lhe chamasse, “A Praça das Lágrimas”.

Fruto de um grande trabalho do clube e do apoio da terra, a União foi singrando, até conseguir entrar na 1ª Divisão do Campeonato Nacional. Leiria regozijava-se!

digitalizar0002.jpg

digitalizar0003.jpg

 

publicado por Ana às 15:26

Março 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
28

29
30
31


arquivos
2020

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO